terça-feira, fevereiro 09, 2010

Tomo II (Continuação)

(...)
Estranhos tempos aqueles em que o defunto vagueia como ser vivo na terra que o alimentou.
Estranhos tempos aqueles em que o homem deixa de chorar por quem morre. Seja a mãe, o pai, filho, filha, mas traz sempre consigo uma arma na mão e um coração cheio de terror.
Estranhos tempos aqueles em que os monstros vagueiam de dia e à noite se ouve os mortos a chorar!
Estranhos tempos aqueles em que depois de morto se tem de morrer novamente. Estranhos tempos!
Serão os tempos do Apocalipse?
(...)

24 comentários:

Babi Mello disse...

OLa Eu já vi esse filme e amei!
Obrigado pelo comentário no meu blog.
bj!

.: Juliana :. disse...

Sim, sou casada e amanhã faz 1 ano e 2 meses :)

Gostei do post.

Uma ótima quarta*

Roderick disse...

Babi, calculei que já tivesses visto esse filme.

Roderick disse...

Juliana! Então já é tempo de teres uma menina! Depois apresento-te o meu bebé Sebastião que tem 4 aninhos, ok?
Beijocas

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Roderick.

Só não quero que apareçam zumbis querendo nossos cérebros ("brains"). Aí já é demais! :-)

=============

Refiro-me a um amor suave, assim como as margaridas do campo. Gracinha!!!! :-)

**********

BELA QUARTA PARA VOCÊ!!!

♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥


http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

Roderick disse...

Sorriso, está dito, está dito!
Disseste que gostavas dele como gostas de margarida do campo!
Se ele sabe...!!!!!

Rafeiro Perfumado disse...

Não, é sinal de que vives na Quinta da Fonte...

Teté disse...

Pois é, tenho de concordar que aquilo mais parece uma terra de zombies. Que até é, não é verdade? :)

Beijoca!

Roderick disse...

Rafeiro! Essa não entendi!!!

Roderick disse...

Teté! Referes-te à Quinta da Fonte?
Mas afinal o que raio é a Quinta da Fonte?

Roderick disse...

A Quinta da Fonte é aquele bairro em que houve vários, imensos, problemas entre diferentes etnias?
Ah!!!!!!!!!!! Nem estava nessa!!!

Teresa Durães disse...

penso que não é o estado do Apocalipse

Laura disse...

Moço, se lesses bem vias que me referi a 3 rapazes e uma nina envergonhadita a por-se lá pa trás...tomara eu ser assim..e a foto quem tirou? se disse que fui eu!.ahhh tás a envelhecer..beijinhos e ando muito cheia de coisas pa fazer e armada em andarilha...

Laura disse...

Os tempos do Apocalipese estão a chagr, no meut mepo talvez aind anão, mas no teu aqui? ainda? sim!...falta pouco, é que nãos e pode viver com tanta monstruosidade e tanto desamor..beijinhos.

Roderick disse...

Teresa. deve ser outro estado. O da nação, talvez!

Roderick disse...

Laura, tens razão!!!! Ando mesmo senil!!!!!

Roderick disse...

Laura, sempre houve monstruosidade, sempre houve desamor. O Ser humano não vive sem isso. Infelizmente.

Parisiense disse...

Andas a ver o telejornal é?????

È que as noticias são todas assim......parecem verdadeiros filmes de terror......

Beijokitas

Roderick disse...

Parisiense, e eu a querer ser original!!!!!!

Bruxinhachellot disse...

O bom filho a casa retorna e foi isso que fiz. Saudades.
Tempos do Apocalipse não sei, mas o fim de uma era talvez.

Beijos doces de sol e de lua.

Artur Gonçalves Dias disse...

Quando muito apocalipse governativo..


Saudações

Roderick disse...

Bruxinha! Há muito tempo, mesmo! Bem vinda neste regresso!

Roderick disse...

Artur, se formos a ver o que há maIs são apocalipses!

A Senhora disse...

Lá vem ele comer cérebros e braços...
Escreve na hora do almoço, é?

beijinhos.