terça-feira, fevereiro 09, 2010

Tentação (VII)

(...)
A noite estava quente. A luz da lua e de milhares de estrelas faziam com que a noite parecesse dia.
Esperou que chegasse a hora de deitar.
Quando se recolheram ao leito, ambos disseram que queriam falar um com o outro.
Ela nervosa, enrubesceu e ele apenas sorriu.
Como mulher, obediente e respeitadora como era hábito e tradição naqueles tempos, silenciou-se e esperou que seu marido dissesse o que tinha a dizer.
Explicou-lhe que falara com seu pai.
Ela foi ouvindo. E quanto mais ouvia, mais um esgar de pânico se assomava na sua cara.
Ao vê-la em pânico, tentou acalmá-la, pensando que estava assustada por ter de se deitar com ele como amante. “Não te preocupes, Mariah, não te magoarei e não farei nada contra a tua vontade. Se não quiseres, podemos fingir que aconteceu!” “Não é isso, Joseph, meu senhor.” “Então o que se passa?” “Acho que estou... grávida!”.
Joseph a principio ficou quedo e mudo, tendo o sangue desaparecido da sua face.
Até que começou a enrubescer, a ferver, a enraivecer. Um grito de raiva saiu da sua garganta, tirou o cinto selvaticamente da cintura e chicoteou-a até não ter força nos braços.
(...)

35 comentários:

A Senhora disse...

Dessa vez não teve anjo caído para achá-la linda, né? Homens e anjos caídos... tudo igual... :( ;)

beijinhos

Roderick disse...

Senhora. É, são uns tarados. ahahahah

Teté disse...

Ai! Então aquele "paz d'alma" avançou com o cinto?!

Também não é flor que se cheire... ;)

Beijocas!

Roderick disse...

É teté. Era um remédio santo! Remédio santo, entendes?
Joseph, santo...

Teresa Durães disse...

credo! que violência!

Adriana disse...

Que momento dificil,heheheh!!

Laura disse...

Mau, o José era um nino rico de sentimentos e nunca faria isso à maria, não pode... Ele sabia que deus falou através da mente com ela e...nánaninaná, nã senhora, até porque naquela altura não havia cinto, eram cordas...
beijinhos...Lisboa à vista , quem sabe por um canudo!...

.: Juliana :. disse...

Olha, acho que ela mereceu isso... kkkkkkk (coitada)
Dá próxima vez ela pensa antes de agir, ou será que não?

Um belo dia pra VC.

.beijos

Roderick disse...

Teresa, bateu mas foi devagarinho! eheheheh Vai lá, vai!

Roderick disse...

Adriana, piores virão, piores virão.

Fernanda disse...

Sei que não me deixo perceber muito por aqui...
Mas saiba que venho sempre!
Recebi este selo e queria dedicar a voce:
http://ceueinferno.blogspot.com/2009/04/esse-blog-me-enche-de-esperanca.html

Beijos

Roderick disse...

Fernanda. Muito obrigado!!!!!!!!
É sempre bom saber quem nos visita!
Sê bem vinda e vai dizendo algo, mais vezes, tá?
Beijos.

Maria disse...

Toda espera terá sua recompensa (Em resposta, explico).

Cheguei numa continuação, então, com licença, vou ler tudo...rs

Meu beijo

Roderick disse...

Bem vinda, Maria.
Maria, não Mariah, claro!

carla mar disse...

a Mariah é uma tonta!
se fosse comigo... o rapazinho, tinha levado uma dentada no abono de familia :)
enfim...

Beijo meu

.: Juliana :. disse...

E eu esbarrei em vc ;

Parisiense disse...

Mas agora o teu conto virou sádico, foi?????
Irra lá que o paz de alma agora virou diabo......
E depois??????

Beijokitas

Menina do Rio disse...

Sabia que ia chegar a violencia! Coisa típica de machos!
Mas olha que nem vou comentar sobre essa "concepção"...

Laura disse...

Carlinha mar, ma sonde fica o abono de familia lá no corpo dele? plica aí pra eu aprender..Beijinhos ó roderick...tanto sonho acordada com Lisboa, que esta noite te dei abraços sem fim, no momento da chegada, porque de logo por ti, ehhhhh.jinhos, mais meia dúzia..O nuno chega daqui a duas horas, por ai, mas que bom...

Maria Clarinda disse...

Pois...
Jhs

Roderick disse...

Carla! Depois o coitado ficava sem abono! E depois como fazia com o romano? ahahahahah

Roderick disse...

Juliana! Até cai, vê lá!!!!! eheheheh

Roderick disse...

Parisiense, sádico porquê?
Não me digas que o Joseph estava vestido de napa e com um chicote de couro e nem reparei! ahahahaha

Roderick disse...

Menina, não comentes! sabe-se lá o que vai sair daqui! ;-)

Roderick disse...

Laura, o abono de familia fica na Caixa de Previdência, onde havia de ser? ahahahaah

Mas nunca me viste e abracaste-me? Como é que eu era, já agora, por curiosidade?

Roderick disse...

Maria Clarinda. Pois...?

carla mar disse...

Roderick... não baralhes a moça (Laurinha!)...

Beijo

Laura disse...

Ó tózinho, não tens uma foto com uma gravata palerma? é isso ai,,ehh, eu sei essa do abono de familia, mas, dar-lhe uma dentada?, ah, significa tirar algum do abono de familia? olhem tou lorota prá prender agora, ehhhhhh..Beijinhos aos dois ...

bettips disse...

Daqui se depreende a utilidade dos deuses milagreiros e dos cintos dos cavalheiros...

Roderick disse...

Bettips. De cavalheiro tem pouco!

Cristiane Marino disse...

Puxa vida! caí na real aqui, cadê aquela paz, carinho e beleza?

Roderick disse...

Cristiane. Em todas as histórias há o lado negro. É só revelá_lo ou não. Se bem que isto é pura ficção novelesca.

Susn F. disse...

Que Ser sairá desse cruzamento de espécies? :)

Beijo

Roderick disse...

Suzn. Que será? Tcham, tcham, tcham!!!!

Michele Hubner disse...

ele bateu nela. idiota!