terça-feira, fevereiro 09, 2010

No Mundo dos Sós

No mundo dos humanos, seres tão gentis, como alegres, tristes, afáveis, antipáticos, virtuosos, brutos, gentis, guerreiros, selvagens, invejosos, ambiciosos, colonizadores, procriadores, enfim, numa palavra, civilizados, havia uma subespécie que ninguém dava conta!
Era o Povo dos Sós.
O incrível mundo dos Sós.
Os Sós andavam no meio de todos e ninguém os via!
Os Sós cruzavam-se com os Civilizados, a todas as horas e ninguém reparava neles!
Os Sós não tinham ninguém.
Os Sós não viviam com ninguém!
Não tinham quem lhes sorrisse à noite, quando adormeciam.
Não tinham quem lhes dirigisse a palavra!
Poder-se-ia dizer que eram invisíveis. Os Sós.
Até que um dia, um humano, como qualquer um Civilizado, reparou num Sós.
Lá estava ele, numa esquina, na parte mais escura da rua, em cima de um cartão, sujo e molhado.
O humano Civilizado aproximou-se e viu que o Sós tinha vida!
Respirava como ele, movimentava as mãos como ele, olhava como ele!
Se bem que o olhar era mais triste.
Por incrível que pareça, até lhe sorriu!
O Sós era um ser vivo!!!
Entrou na pastelaria mais próxima e comprou um pão com manteiga e um pacote de leite.
Voltou à rua e encontrou-o no mesmo lugar.
Mas agora ainda lhe parecia mais idêntico a ele e aos outros Civilizados.
Talvez por ter esticado a sua mão, suja e gretada pelo frio!
Deu-lhe o alimento, tendo o Sós comido avidamente!
Saiu dali e voltou ao seu local de trabalho!
Como era repórter e tinha um trabalho a apresentar para os milhões de ouvintes civilizados, lembrou-se de falar naquele ser que tanto o intrigara. O Sós!
Contou como ele lhe ficou grato com um simples pão, como lhe prometera voltar para lhe dar um pouco de calor oferecendo um cobertor. Como lhe dera algum dinheiro para ele se poder alimentar melhor, vestir algo mais quente, tomar um banho!
E todos os Civilizados acharam incrível! Como seria possível haver entre eles o Mundo dos Sós??!!??
Já tinham ouvido falar neles, é verdade. Mas ali, nas suas cidades?
Como era possível!
Nunca tinha acontecido tal!
E saíram às ruas. Primeiro eram dezenas. Passaram rapidamente a centenas. Até serem milhares. Milhões, mesmo!
Todos a querem descobrir o Mundo dos Sós!
Todos a quererem auxiliar o Mundo dos Sós.
No fim, não custara nada! Até soubera bem!
Acabaram por descobrir que sempre houve Sós entre eles. Que trabalhavam com eles, que os cumprimentavam na rua, que estudavam com eles, que havia Jovens Sós, Idosos Sós, Sem abrigo Sós, Casais Sós, Homens vulgares Sós, Mulheres comuns Sós.
Era um Mundo paralelo o qual nunca se tinham apercebido.
Mas em pouco tempo, com o pouco que deram, os Sós integraram-se e passaram a pertencer às suas ruas, aos seus bairros, às suas cidades, aos seus amigos, às suas famílias!!
E deixaram de ser os Sós. Para haver uma nova Raça. Uma nova espécie.
Um novo mundo.
O mundo dos Homens... simplesmente.

54 comentários:

Pascoalita disse...

Estou de passagem apenas para agradecer e retribuir os vostos de Feliz Natal ... continuação de Boas Gestas e porometo voltar assim que os meus 2 "rebentos bem medrados" me libertem o PC eheheh

Um beijo

gaivota disse...

interessante este mundo dos Sós, assim se constrói uma vida!
continuação de boas festas
beijinhos

Laura disse...

Eu por vezes sou um desses seres, não que me falte casa, alimento, vida, não, sinto-me só porque há demasiada solidão no meu lar, quando os filhos emigram para outras paragens por razões de trabalho, fico memso no mundo dos sós e saio muito de dia que há noite não apetece com o frio, e embrenho-me pelo mundo dos sós e visito uma amiga que como eu é só, mas mais só ainda porque não tem familia aqui!... E as duas sós transformamos nossos poucos momentos de vida em conversas lindas, saudáveis, dignas de registo... não perdemos tempo a falar mal de ninguém, falamos de nós e dos nossos sonhos para não nos tornarmos numas SÓS permanentes!...Nem todos os Sós têm fome de pão, de roupas, mas de solidão interior, de monólogos a sós, mas que tristeza meu amigo...

Laura disse...

Ontem à noite quando cheguei de Vila Real, de passar um belissimo dia, cheguei a casa e a mesa continuava cheia de tudo, e a minha Neide diz; devia haver algum lugar onde as pessoas fossem doar o que lhes sobra da Consoada no dia seguinte! Pois no dia seguinte tudo sabe bem ainda. Há tanta gente que não provou disso, e assim; seria ou não uma boa ideia pedir aos presidentes da junta para abrir as instalações ou outros lugares cedidos por eles, para que logo de manhãzinha todos fossem levar algo que quisessem dar em vez de deixarem nas mesas a apodrecer e deitar fora!...
Pois bem, vou falar com o meu presidente, não da minha junta mas sim da minha afeição, e por ali se começaria..e haveria disso nas festas todas onde as pessoas fazem as doçarias da época, Na Páscoa, nos dias de Santos,seria uma forma de dar sem magoar!...Era néra meu amigo? ah, que boa lembrança a da neide e desenvolvida na forma de a praticar, aqui pla miuda das resteas!...Beijinhos e como tal, vou ja escrever ao meu rpesidente!...

Roderick disse...

Pascoalita - Obriga-os a largarem o pc e que se vão divertir.
Está tão bonito lá fora! ;-)

Roderick disse...

Gaivota - É um mundo que, se observarmos bem, é bem real!

Roderick disse...

Laurita, se reparares numa parte do etxto, refiro-me aos Sós que vivem entre os outros e ninguém sabe que eles pertencem a esse mundo. São esses os Sós da solidão interior.

Roderick disse...

Sim!
É uma boa ideia.
Acho que se faz em certas terras, aldeias. As pessoas para não estarem sozinhas, levam qualquer coisa e juntam-se, ora nos Bombeiros, ora na Igreja, junta de Freguesia, etc.
Mas depois, muitas das vezes há os oportunistas e dão cabo de tudo...

Juliana disse...

Muito bom!
Parece-me que os sós transformaram-se em nós, muito mais do que solidões agarradas...

Roderick disse...

Juliana - É isso. O Maravilhoso mundo dos Nós... sem ponto

Danny Doo® disse...

Muiot bonito e triste o texto... E verdadeiro!

Sabe, sinto-me assim as vezes, mas tbem gosto de um pouco de solidão.

Um amigo uma vez me disse: "Quem não gosta de solidão, não gosta de liberdade".

Mas acho que tudo deve ser bem dosado... O que as vezes é bemmmm dificil.

Beijão, obrigada pela visita e um felizaço 2009!!!

Danny Doo®

Roderick disse...

Danny Doo - Quem não gosta da solidão? Eu adoro. Mas tudo tem de ter um termo, uma medida.
Eu falo da Solidão Eterna. Aquela solidão que parece que nunca vai acabar!
Beijos e Festas Felizes

Vertigo disse...

Fica a tua mensagem :)

Um beijo*

Parisiense disse...

Espero que o mundo dos sós venha a ter muitos amigos neste natal e no proximo ano que se aproxima.

Desejo que o Pai Natal tenha trazido um saco cheio de Amor, Carinho, Saúde e muita Paz.

Beijinhos grandes.

Crocodilo voador disse...

Pois D. Crocodilo de Borgonha envia um abraço para o amigo Roderick e gostou da temática do blog.

Laura disse...

Sim, já tinha entendido, quis apenas dizer que por vezes me sinto um ser como essses teus sós... é isso, mai nada, mas entendi ehhh e agora laurita? hum, laura, laurinha e laurita, o que virá a seguir?..Beijinhos.

Rita disse...

What a wonderful music.
Por vezes é difícil aceitar o mundo em que vivemos. Outras vezes é mais fácil. Tudo depende de nós.

Boas Festas

Arthur disse...

_______________________________________________

Quem dera, meu amigo, que o mundo dos sós se transformasse... Quem dera!


Muito bonito o seu texto!


Beijos de luz e um FELIZ ANO NOVO...

______________________________________________

Roderick disse...

Vertigo, aqui fica a mensagem. Espero que seja compreendida.
Beijos

Roderick disse...

Parisiense, era bom que o Mundo dos Sós deixasse de existir, mas sabemos que isso é impossível.
Tudo de bom para ti, também.

Roderick disse...

D. Crocodilo de Borgonha. Bem vindo ao meu humilde reino do faz de conta.
Não percas a direcção e volta sempre a este pântano real, virtual!

Roderick disse...

Laura, sei que entendeste. Mas tens tantos amigos, que não necessitas de te sentir assim. É só a distância (quilometros) desaparecer que verás como tens tantos... e bons.
P.S.: "Laura" assim está bem?

Roderick disse...

Rita, é uma verdade! Tudo depende de nós. O pior são os outros...
Boas Festas para ti também!

Roderick disse...

Arthur, era muito bom mesmo. Desejo-te tudo de bom também.
Já agora! Tentei ver o teu blog e não tenho acesso...
Festas Felizes

Teté disse...

Por muito bonito que seja o teu texto, é mesmo da "terra-do-faz-de-conta"... ou utópico, até!

Não costumo ser pessimista, mas parece-me que o Mundo é cada vês mais constituído de Sós. Não exacta e exclusivamente de sem-abrigo ou miseráveis, mas de muitos outros. E nem sempre por vontade própria, às vezes incluindo uma fachada de vida social dinâmica, activa ou até endinheirada.

Enfim, o tema dava "pano para mangas", mas fico-me por aqui...

Beijocas!

Roderick disse...

Teté, nem mais! Tens toda a razão. Mas o que isto é, a net, do que o mundo do faz-de-conta?
Às vezes, quando escrevo, imagino imagens em tudo cinematográficas. Neste imaginava uma coisa feita pelo Tim Burton! Para quem conhece, está tudo dito!!!

Ricardo disse...

Podemos estar sós, mesmo rodeados de pessoas.

Abraço

Dina disse...

Mundo dos Sós...
às vezes eu faço parte dele...
até mesmo por achar que só a solidão é o que me resta...

Beijos!
p.s: estou colocando seu link em meu blog, viu?
=)

Roderick disse...

Ricardo, é verdade. E isso é triste!

Roderick disse...

Dina, acho que todos nós nos sentimos nesse mundo, muitas vezes na vida. E linka, claro. Obrigado.
Beijos

Laura disse...

tanto faz, eu só tava no gozo de já ter 3 nomes, ehhhhh

Ah, mal sabes tu
como graças a vós
que não me deixais a sós...

Vivo mais feliz e com mais pimenta no nariz!...ehhhh, só são kilómetros mas um dia destes vou juntar todos numa qualquer estalagenzita perto dos transportes e ai é que vais er abraçar sem fim... Ai, deixa o tempo amainar..


os sós são apenas
seres que passam por nós
E nem reparam que somos nós
que os fazemos sentir mais sós
Pois queremos a maior parte de tudo
para nós
que somos tão maus
e nem deixamos que sobre algo
para vós!...

Naty disse...

Adorei a mensagem deste seu texto. De agora em diante vou te acompanhar, mas como vc não tem um lugar para seguidores, vou te linkar... se estiver tudo bem, claro! Feliz ano novo pra vc!
^^

By myself disse...

Lindo e profundo texto. Infelizmente, a realidade é que o mundo dos SÓS está cada vez mais povoado...

Votos de um 2009 pleno de saúde e sucessos vários.

Bj

Dina disse...

Também tenho curiosidade de lê-las!

Passando pra desejar também uma semana iluminada!
Abraços!

=)

Naty disse...

Simples: Layout/elementos da pagina/adicionar um gadget/seguidores
É o segundo da minha lista aqui.
^^

Naty disse...

Recomendo, também, vc deixar seus comentários em forma de pop-ups: Configurações/comentarios/posição do formulário de comentários/janela pop-up
Por quê assim as pessoas não precisão sair do seu blog pra fazer comentário. Mas é só uma idéia.

Já te linkei, se quiser fazer os mesmo eu agradeço. ^^
Bjos!

Laura disse...

Xiiiiiiiiiiiii, entrei no outro blog os bardos isto e aquilo, ai , ai, ai é muita areia pá minha camineta e deixo isso para quem entenda da coisa...xi, que confusa...beijinho e amanhã é outro dia, já tou cheia de descanso de cama de tv de comer de tudo, arre...

Roderick disse...

By Myself, obrigado. Volta sempre e já vou visitar o teu canto!

Roderick disse...

Dina, pensava que já as tinhas lido!
Semana iluminada para ti também. E volta sempre!

Roderick disse...

Naty, foste um doce. Já consegui actualizar o blog. Não custa nada, mesmo!
É só seguir as instruções e voilá!
O pior é que o meu headcounter desapareceu e não o encontro em parte nenhuma!

Roderick disse...

Laura. O outro blog, foi um convte que me fizeram. A mi e à Ana. Se olhares bem, tem lá coisas muito interessantes!

Naty disse...

Quando entrar no layout, toda a organização da página do blog vai estar lá em retângulos. É só clicar, segurar e arrastar para onde vc quiser. Se tiver dificuldade e não se importar em passar sua senha para mim, eu arrumo pra vc. É só me passar por e-mail, depois q eu terminar vc muda a sua senha. nataliapaulasantos@rocketmail.com

Gata Verde disse...

Vim desejar-te um boa ano!!

bjs

Roderick disse...

Naty, obrigado, mas o que queria já fiz.
Beijos

Roderick disse...

Gata Verde, muitas ronronadelas no ano que se avizinha!

Laura disse...

Ehhh, nino, fico-me por aqui e chega, são coisas demasiado para a minha capacidade de adivinhar, expressar, etc etc..Beijinhos e como vamos? andas caladinho demais, ou será apenas cansaço? Ji ao Sebastião...laura.

Teresa Durães disse...

terão mesmo desaparecido?

vida de vidro disse...

Quando será que os Humanos acordam para essa realidade? Uma bela fábula que se poderia concretizar em 2009. Seria bem.
Bom Ano! Beijo

dona tela disse...

Isto é que é escrever!!

Boas entradas para si.

Roderick disse...

Laura, é cansaço, falta de tempo, computador lentissimo. Tudo um pouco.
Para piorar agora tenho gripe e passei uma noite de cão cheio de azia e febre! Mas fui trabalhar.

Já tenho umas coisitas para postar. Já fiz o conto do teu encontro co a D. Alice, mas ainda tenho de olhar para ele.
Falta qualquer coisa!

Roderick disse...

Teresa Durães! Quem desapareceu?

Roderick disse...

Dona tela, não lhe chamo escrever. É mais escrevinhar qualquer coisita.
Boas entradas também... e já agora, saídas!

Roderick disse...

Vida de Vidro. Era bom que se concretizasse. Há quem diga que era bastante fácil, mas só olhamos para o nosso umbigo! Quer queiramos, quer não!

Desconhecida disse...

Muito bom, como é habitual.

Um beijinho