terça-feira, fevereiro 09, 2010

Tentação (II)

(...)
Mariah, jovem mulher teve de deixar a sua casa muito cedo para acompanhar Joseph, homem feito, carpinteiro de profissão. Menina e moça sentia-se envergonhada na sua presença quase não falando duas palavras seguidas. Ele, mais velho quase cinquenta anos, respeitava-a e tratava-a com carinho. Não era normal nos homens daquele tempo que normalmente tratavam com desdém as mulheres, fossem elas mães, irmãs, ou suas mulheres como era o seu caso. Viviam numa casa típica de adobe e barro! Ela passava o tempo a tratar da horta e a cuidar da roupa e do alimento de seu homem. Joseph visitava potenciais clientes para arranjar algo fora do orçamento. Se bem que pouco necessitava disso já que os romanos eram o seu principal cliente. O exército preferencialmente. Todos os meses fazia cruzes de madeira para os suplícios. E era feliz. Desde que a sua amada morrera, pensou que iria envelhecer sem ninguém a seu lado. Mas Mariah, que ele tinha pegado ao colo quando nascera, não tinha pretendente. Os pais andavam desesperados ao ver que a filha, mulher já com catorze anos feitos ainda não era casada. Era extremamente bela e isso fazia com que os homens fugissem da sua beleza estonteante. Pele alva, branquíssima, para as mulheres daquele povo, daquela raça, olhos cor de mel, brilhantes e tristemente sedutores deixavam qualquer homem sem confiança. Por isso Joseph avançou. A beleza de Mariah não o hipnotizava já que o coração dele ficara para sempre com a mulher que o deixara para ir ao encontro do único Deus! Apenas queria alguém que cuidasse dele e o acarinhasse quando a força e vigor o começassem a deixar. Nada mais lhe pedia.
(...)

28 comentários:

Teresa Durães disse...

pedir o carinho, a força e que cuidasse.. nem todos o fazem.

Laura disse...

Sempre á nossa amiga Mãe Maria, ah, sim, viste demasiados filmes de Páscoa foi? Pois eut enho saudade de ver o que tenho no blogue, mas, com legendas, assim, não tem graça para mim.
Beijinhos a ti e à Mãe Maria, sempre, porque a amo, amo a mãe de jesus e prontos..laura

e eu que vinha provar a marmelada....

Laura disse...

Ou ainda a vais fazer?

Laura disse...

Queres ajuda pra descascar os marmelos?

Laura disse...

Ou será que tens marmelos?

Laura disse...

Ahhh, laurinha sendo enxotada plo pau da vassoura...

Roderick disse...

Teresa. Ninguém o faz. Acho.

Roderick disse...

Oh Laura. Esta versão criada por mim não é lá muito católica, confesso.

.: Juliana :. disse...

Saudade de vir aqui :)

Uma ótima quarta :)

.abraço

Rose disse...

Querido, passei para lhe deixar um monte de beijos, viu?

Rafeiro Perfumado disse...

"visitava potenciais clientes para arranjar algo fora do orçamento". Isto cheira-me a rabetice...

Michele Hubner disse...

gostei de Joseph..
catoze anos e mulher feita, nossa!

Teté disse...

Hummm... estou como a Laurinha: deves ter visto filmes de Páscoa a mais (aliás, só bastava abrir a TV).

Mariah, Joseph, romanos e cruzes, soa um bocadinho a dejá vu... :)))

Mas cá estaremos para ler a continuação!

Beijocas!

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Venho sentidamente agradecer-te as palavras neste meu dia tao particular, apesar de a gratidão nao se poder expressar por palavras.

Sinto-e perto, por dentro e geograficamente


Abraço sentido

Daniel

A Senhora disse...

A versão nào é lá muito católica? Humm... promete... :)

Valdemir Reis disse...

Olá estou pousando neste maravilhoso espaço, que beleza de trabalho, parabéns. Cada vez melhor! Parabenizo pela publicação do tema ""Tentação (II)", excelente. Estou encantado com tudo que vejo aqui! Quero convidar você para uma homenagem, com todo brilho e requinte, passa lá em; http://www.valdemireis.blogspot.com ou em; http://www.valdemircantinhopaz.blogspot.com, vamos brindar juntos, temos postado um texto especial desenvolvido para você, quero na oportunidade entregar seu merecido “ PRÊMIO” , você conquistou, sim leve o seu e seja generoso distribuindo com seus os amigos. Vamos estender a festa... Hoje a festa é sua, venha já! Estou esperando você. Por isso considero a vida uma oportunidade impar. Cada pessoa que passa em nossa vida não passa sozinha, por ser única, deixa um pedaço de si e leva um pedaço de nós. Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Muito Obrigadoooooooo... Por sua simpatia e amizade!!! Também quero desejar uma feliz e abençoada semana para toda família. Muitas bênçãos e brilho, sucesso, prosperidade, proteção e paz. Fique com Deus.
Volte sempre!
Valdemir Reis

Roderick disse...

Juliana, o melhor para não teres saudade é... vir aqui mais vezes. eheheheh

Roderick disse...

Rose, lambuzaste-me todo de beijos!!!

Roderick disse...

Rafeiro, ora ai está uma vertente que não explorei no personagem. ahahahah
Mas ainda vai a tempo!
ahahahahah

Roderick disse...

É Michele, naquele tempo menina de 14 anos era mulher. Felizmente hoje já não é assim.

Roderick disse...

Teté, espera pela continuação e verás. Queria colocar na altura da Páscoa mas não tive tempo.

Roderick disse...

Daniel, é preciso é força nesssas alturas. Abraços

Roderick disse...

Senhora, ó se promete!

Roderick disse...

Valdemir, obrigado pelo prémio. Já coloquei o prémio.Bem, vindo e volta sempre.

Menina do Rio disse...

14 anitos? Olha que NENHUM home me levava uma pimpolha de 14 anitos! Isso é infanticidio! É acabar com os sonhos de qualquer menina

Vou ler o restante

Roderick disse...

Menina. Naquela época, há dois mil anos, era assim. Não é como hoje.

Cristiane Marino disse...

Ual! meu amigo...que pena não ter vindo aqui antes!
Espetacular seu texto, tô adorando, muito bem escrito, nos prende, quero saber mais!

bjins

Roderick disse...

Cristiane, a continuação segue dentro de momentos.